sexta-feira, 25 de julho de 2014

pequenos sentimentos...





...desses dias que o Tempo te mostra que tudo vale muito e cada marca é apenas uma lembrança que te fez seguir os dias apesar das marcas, apesar do tempo, das horas
...o tempo passa e tudo com ele vai...

vale voltar e reescrever, reeditar...

escolher as palavras que parecem sorrir, elas acordam lembranças e manhãs 

outro dia e percebo que as palavras nunca morreram, estavam adormecidas...


...


 ...e toda vez que te percebo, Percebo em mim
Você!
...e Você percebe os fragmentos que um dia foram de Amor!




...acordo pensando na materialidade da Vida e percebo que é mais Nobre se alimentar de Luz!



..os primeiros raios do dia entre o branco nuvem 
matizes de cinza...dia cinzento, dias assim ...vamos olhando o Tempo... o Dia...
eu Perscruto a Vida, minuciosamente! 
(mARa LUciA)

sábado, 5 de julho de 2014

meias-palavras...

...sentei contigo nas esquinas do Mundo, segurei tuas mãos, escutei teus segredos, respondi teus chamados, senti tuas dores dentro das minhas...
Viajei junto dos teus pensamentos
Tive medo quando  tivestes medo.

Fiquei olhando enquanto seguias
caminhos diversos
 do que Sonhamos!

... sinto que já não são as minhas mãos
Já não são Nossos sonhos!

...parti antes,  também chorei, fiquei triste
pensei que  me ouvias...Pensei que me sentias...

Vou sentar nas esquinas por onde passamos
Vou deitar  nas Estrelas onde juntos ficamos
Desenhando nossos desejos...

Talvez seja tarde
Talvez seja tudo Ilusão
Talvez  não me ouças
Talvez nos enganamos
Talvez  nunca me Entendestes!

Então não faz sentido
Eu desejar que  não chores
Que  não fiques triste,
porque meus desejos
são apenas Meus!

E como areia de um Tempo
Estão deslizando por entre meus dedos
 percebo que nada entendestes!

Meias-palavas
para
Meias-perguntas.

(Uma história para Mari)

segunda-feira, 30 de junho de 2014

...Há sim!

..algo assim...estar aqui, perceber você, sentir você, 
o toque suave do teu sorriso em mim...
mesmo essa  distância dos planos...
 teu sorriso toca meu sentir ...
então percebo você aqui, 
mesmo assim!


 ( Uma História para Mari)

quinta-feira, 12 de junho de 2014

vazios repletos...

Sonhos são pensamentos que inventamos
Ao sabor dos nossos desejos
Preenchem Lacunas em nossas vidas! 
(mARa)

Abracei-te nas manhãs
Deixei em ti paixão
Entre os segundos da despedida
Levei de ti saudades.

Nessa noite que o sono foge
Percebemos na escuridão
Imagens da solidão.

Faço-te outras promessas
Encontro outras palavras
N’outra madrugada

Vivemos lembranças.

Acordados o dia chega
Deixe que fique em Nós
Nossos sorrisos beijando
Nossa vida até o fim!


domingo, 25 de maio de 2014

delicadezas


...o ritual da semana acordava seus dedos delineando minha face
...aos domingos o silêncio delineava outra face da mesma História
domingos permitem Liberdade! (mARa )

...vinte e cinco dias de um mês qualquer...

...dessas longas noites barulhentas trago comigo tua voz, por vezes atropelando meus sentimentos, tal qual as paixões devastando a razão...
Corta na carne e sangra saudades escorrendo na pele
Vem depressa
Vem!


...mesmo que pareça loucura

e eu esteja realmente 
Louco...deixa tocar teu semblante
desenhar teu rosto sob meus dedos
desejar tua respiração na minha Boca!

...deixe-me experimentar o toque sútil

dessa fração de segundo 
driblando o Tempo o 
Espaço
o Vazio [?] ensina-me então

Física Quantica

Desdobrar-Me
Ter Você

Socorre-me 

Leve-me Nessa Viagem 
Astral
Onde estás?

Entre os querubins

Heloins
Anciões? 
Onde... diz-Me 

...desculpa...

posso contar os meus Medos

você entende? Medo de acordar sem Você
De amanhecer um dia e Você já ter Partido
De falar com as Paredes
De...Beijar Você em outra Boca! 

Meus medos

Minha fraqueza
Minha Lista de afazeres
Meus compromissos
Minha vida sem Você!



[...]