domingo, 6 de junho de 2010

Nós


Em algum lugar na madrugada estamos
Abrasados em silêncios
Abraçados em lembranças.

Despertos no vazio do quarto
Ausentes e tão Presentes em Nós.

Acorda-me nesses dias
Todos os segundos vividos.

Instantes romantizados
Sorrisos banais
Qualquer bobeira.

Tua ausência nas minhas Noites
Presença que me acorda
Delineia minha Alma.

Desperta-me o
Sentido da Solidão.

26 comentários:

Ana Paula Duarte disse...

Bem, em plena madrugada vejo a atualização de um blog, um belo blog lilás!
E eis que nele, está todo o sentimento de minha madrugada!
Viva a poesia, viva aos seres que imortalizam sentimentos através de palavras, emoção é tudo que resumo do que absorvi do poema!

Abraço, visite o Ana confabulando.

Guará Matos disse...

As noites, a solidão comendo....
Como é bom de outra forma, ah!
Bjs.

Everson Russo disse...

Que essa solidão suma definitivamente desse horizonte,,,que esse abraço seja eterno,,,e que essa paz chegue logo,,,,um beijo de linda semana pra ti querida...

paula barros disse...

Falou lindamente das ausências presente, que nos acordam a alma, e nos roubam o sono.

beijo

Sonhadora disse...

Minha querida
Muito belo e sentido poema.
Noites de solidão e ausência...

Beijinhos
Sonhadora

L'amant disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
L'amant disse...

Em algum lugar existe o amor.
Nele não há lugares, tempo ou espaço.
Está na alma de quem se deixa amar.

Beijos em tua alma.

Everson Russo disse...

Um doce beijo carinhoso de otima semana pra ti minha amiga,,,do meu horizonte pro seu horizonte.

Everson Russo disse...

Um dia lindo cheio de beijos do meu horizonte ao seu horizonte....

Daniel Hiver disse...

Layara...
"Abrasados em silêncios
Abraçados em lembranças."
Aqui o exemplo de dois versos simplesmente antológicos...
Muito, muito bom, mesmo!
Parabéns...
Isso foi um achado e preciso te dizer que adoraria ter escrito isso.
Não escrevi, mas tive a oportunidade feliz de ler.
Parabéns...

Zé Carlos disse...

Mara querida, que lindo Blog. Fiquei feliz com a sua visita.
Sou seu seguidor e te aguardo sempre para um cafezinho.....

Bjs do ZC

Everson Russo disse...

Bom dia pra ti amiga,,,eu fico super feliz quando vejo seu lilás colorindo as paginas do Livro,,,sigo te em longo caminho,,,,um super beijo de carinho e lindo dia pra ti...

p.s. só de curiosidade...rs.rs..sabe que o ser humano é movido por ela...no seu perfil não tem,,,qual é sua cidade? voce fala tanto em frio,,,deve ser alguma linda do sul do país...acertei? diga qual...pode ser por email....evr.russo@uol.com.br

Bandys disse...

Qualquer despertar da solidão
vem com um ar triste.
Mas poemas são poemas e nem por isso
menos belos.
Beijos

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Só você para fazer da solidão ,tão lindo poema. Mas desejo que ela saia e você esteja sempre rodeada de gente querida.Beijos

Karina Aldrighis disse...

Menina, que blog lindo! Adorei!Abraços

Célia Regina disse...

Olá, Mara... Já estava com saudades do seu blog.

Everson Russo disse...

Um super beijo do meu horizonte ao seu horizonte....lindo dia pra ti...aqui,,,tá um friozinho gostoso...

renata cordeiro disse...

O importante é o despertar, ainda que só. Lindo poema, Linda Layara!

*Que não sejam açucenas
as veias e as mãos serenas,
bem pode ser;
mas que nelas não se vejam
quantas graças se desejam,
não pode ser.

Beijos, querida! Estou voltando, e é isso aí. Muito obrigada.

Renata*

Everson Russo disse...

Um super beijo de carinho e o desejo que tenha um lindo final de semana.

Naty e Carlos disse...

As pessoas não se tornam especiais pela maneira de ser ou agir, mas pela profundidade em que atingem nossos sentimentos.
Bom fim de semana
bjs

Bia Maia disse...

Abraços em brasa...que lindo...
um beijo no seu coração...

Bia

Akhen disse...

Layara

Na solidão da noite
estendi as minhas mãos
e quase, quase
te toquei.
De chuva, não as molhei.
Apenas a saudade
quase, quase,
enchia minhas mãos
quando as olhei.

Beijoooo.

Paz e Luz no teu caminho

Céu disse...

Lilás...cor com cheiro, paladar, cor que antecipa o momento, poemas flutuando como ar, chegando como chuva, sensível, sem rodeios, singular e plural...gostei muito deste espaço...lindo Mara. Parabéns.

O Blog dos Blogs disse...

Mara,

Você e o seu Blog foram indicados para participar do “O Blog dos Blogs”.
Nossa proposta é gratuita e bem interessante. Estamos no Twitter e no Facebook, entre outros caminhos, abrindo novos horizontes para que o associado tenha seu nome e seu blog amplamente divulgados na Web.
Vale a pena conferir e participar!

Visite: blogdosblogs-literatura.blogspot.com e veja como fazer para se associar.

REGGINA MOON disse...

Mara,

Linda postagem...belo verso!!!Parabéns!!

Um grande beijo e tenha um ótimo Domingo...

Beijos meus,

Reggina Moon

seu gordo disse...

oi menina lilas como vc esta ? saudade de vc! e parabens pelos segundos vividos beijo do gordo

Postar um comentário