segunda-feira, 26 de novembro de 2012

...desses pequenos espaços de Vida



A varanda sempre aproximava nossos sonhos
Compartilhamos ali o não compromisso
A liberdade dos Sentimentos

Ficamos observando nesse mundo
O movimento das Noites madrugadas
O excitante encanto de Viver
Teu jeito simples de me envolver

Tocávamos a imensidão do universo
Veredas de beijos coloridos
Espaço de tantas verdades alguns
Medos confessados

Percebíamos as nuvens dissipar
Nossas dores
Os ventos amanhecer o calor do verão

Varanda
Verão
Verde
Verdade
Você

Logo será outra Varanda

Outro dia, outro sonho
E para sempre o Amor!

6 comentários:

Por Amor disse...

Mara querida Fico muito feliz em ler tão belas letras e sentir tão lindas emoções...Preciosos os seus versos de uma doçura maravilhosa ...meus sinceros parabéns Pedro Pugliese

Daniel Mendes disse...

Tão boa essa conversa de varanda... Essa possibilidade de uma conversa leve... Admirar o lado de fora. Observar a rua. Rir espontaneamente. E de repente se descobrir num beijo!

Everson Russo disse...

Quantas e quantas paisagens são tocadas pelo olhar poético dessa varanda,,,desse espaço de amor...de paz,,,de serenidade,,,beijos minha querida,,,do meu horizonte pro seu horizonte,,,e um dia lindo pra ti..

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

A varanda nos passa uma sensação de liberdade de que tudo é possível.
Uma linda poesia.
Tenha uma ótima semana.

Blue disse...

A varanda da mARa
mesa azul tem...

Beijo

Bandys disse...

Mara querida,

Uma varanda que renova a alma e enriquece o maor, o coração. Só podia ser sua varanda tão simples mas alimentando sonhos.
Que nosso horizonte seja de qualquer cor, mas seja sempre feito com amor.

Beijos e uma senama cheia de brotos de alegrias.

Postar um comentário