quarta-feira, 10 de março de 2010

Fim


Entendo agora o movimento das Estações que vêm e que vão
Envolta na canção desse Tempo
Entendo nossos sonhos num momento sem razão.

Desenho na fumaça do incenso
Um último devaneio das lembranças virando cinza
Suspiro derradeiro do Verão que por Nós passou.

O abraço rodeando nossos corpos no silêncio dos lábios
No ritmo do desejo, na canção suspirada
Sorvíamos os segundos com sede de saudades.

Primavera anunciando tardes
Coloridas de Verão. Seguem as estações
Plantamos sementes de Sonhos esperando outro dia.

Fim de Verão, as flores caem debruam a rua de cores
As folhas recostadas na sarjeta anunciam um
Outono amarelando meus dias
Outra Estação nos espera.

Passamos ou ficamos olhando o voo das Horas
Nada mais importa se tudo passou.
Inverno de garoa gelada, branco geada na relva, paredes frias
Amparavam nossos corpos na solidão de um beijo roubado.

Percebemos ainda o movimento que fazemos em cada Estação
Brotamos em amor, Vivemos em amor e Morremos em Amor
A cada Nova Estação.

16 comentários:

Everson Russo disse...

No fim do verão a natureza torna se bem mais sensual,,,bem mais aconchegante,,,ela vai mudando toda sua viva cor pra tons mais opacos,,,mais convidativos ao aconchego de corpo e alma, anjos jogando flocos de frio do alto ceu,,,,beijo e um lindo dia pra ti.

Sonhadora disse...

Muito lindo este poema, melancólico mas belo.


Desenho na fumaça do incenso
Um último devaneio das lembranças virando cinza
Suspiro derradeiro do Verão que por Nós passou

Adorei

Beijinhos

Bandys disse...

Lindo..
Mas o fim é o renascimento.
Acredite.

Beijos

Graça disse...

Melancólico, deliciosamente melancólico, porém cheio de esperança!!!


Acho lindo,amiga, todos os finais de estação, pq sei que virá a próxima...

Sonia Schmorantz disse...

Lindo poema, és uma excelente poetiza!
beijo

Joe_Brazuca disse...

seu blog é excelente !

seu textos me agradam...

sigo-te, agora...

abraço

Joe

Memória de Elefante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Solange Maia disse...

primavera
verão
outono
inverno

são ciclos...
e voltam mais uma vez...
e outra...
e mais uma...

assim como o amor.

amei.

beijos carinhosos

Memória de Elefante disse...

O que importa é que o sonho vivido foi eternizado no pensamento.

Um beijo

meus instantes e momentos disse...

que bom voltar aqui....
Tenha um dia feliz.
maurizio

Everson Russo disse...

O meu horizonte manda um beijo carinhos pro seu horizonte pra desejar um lindo dia...

A.S. disse...

Layara...

Tudo renasce e se renova... até o Amor!


Beijosss
AL

Luciana P. disse...

Acho que ando mais para "outono amarelando os meus dias"...
Lindo esse poema!
É primavera, é verão,
É outono no meu coração.
E o inverno?
Está chegando...

Beijos, linda!

*** Cris *** disse...

Palavras singelas e intensas, é assim que deve ser o ano todo.
Bjs!

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Layara,

Suas palavras, essas, não têm fim. É uma sensibilidade habilidosa e uma maneira linda de tirar o retrato da sua alma. Você mostra o que sente dedilhando emoções e quando a música da sua delicadeza é tocada, fica mais natural ainda.

Você é um encanto...

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

Akhen disse...

Oi Layara

O movimento das Estações é o movimento do Amor, mais ou menos intenso.... Mas nenhuma delas é o FIM.....Para além de....há sempre outro ciclo de Estações a percorrer....
Será como nós desejamos percorrê-lo ou estará já pre-destinado o percurso?
Mistério.......................

Beijos de Luz..................Lilases

Paz e Luz para iluminar teus passos....

Postar um comentário