quarta-feira, 24 de outubro de 2012

somos aprendizes


Trazemos dentro de nós tantas crenças e compromissos, às vezes tantos que mal podemos mensurar, nomear, sustentar. Cremos na bondade, sem conjecturar que há dois lados, a dualidade o bem e o mal, a chuva e sol, noite e dia.

Nesses dias venho aprendendo que as palavras podem ser antídoto ou veneno, podem curar ou matar. O quanto delas nos fizeram bem e quantas delas nos aprisionaram.

Nessa hora compreendo como devemos ser Impecáveis com nossas palavras, não pecar, sendo fiel a verdade e ao amor.

Venho entendendo que não preciso levar nada para o lado pessoal, se não acreditar e não aceitar faz parte apenas de quem oferece. Tudo o que alguém deliberadamente faz é apenas parte dele e de seu sonho. Se aceito e tento reagir crio um conflito dentro de mim.

Hoje não quero tirar conclusões, não quero entender errado, quero perguntar antes de concluir, quero ouvir e ver aquilo que é real.

Não importa de que forma a vida se apresente
Sempre posso dar o melhor de mim.

(Filosofia Tolteca - os 4 compromissos: Seja impecável com sua palavra, não leve para o lado pessoal, não tire conclusões, dê o melhor de si.)

5 comentários:

Bandys disse...

Mara linda.
Gostei muito do que escreveu. As vezes todo cuidado é pouco, mas deixo pra vc um pensamento de Brama Kumares que diz assim:

“Que suas intenções elevadas e sentimentos puros o tornem vitorioso e amado por todos. Independente das intenções e palavras de alguém, tenha intenções puras e elevadas em relação a cada um. Ao ser vitorioso nesse aspecto você será amado por todos. Ao ter essas intenções elevadas você dará felicidade a todos e receberá felicidade de todos constantemente. Ter sentimentos puros é uma forma silenciosa e incógnita de servir. Aqueles que fazem esse serviço tornam-se as contas do rosário de vitória.”
Brahma Kumaris

Uma quinta super cheia de paz e pensamentos bons

Anônimo disse...

Faz parte do crescimento esses momentos para refletir, é necessário! Quando consegue perceber que o compromisso é não magoar e não se magoar.

Everson Russo disse...

Leveza de alma,,,de sentimentos,,de movimentos e atitudes,,,tudo nessa vida é um aprendizado,,,um caminho a mais,,,minha linda amiga,,,beijos desse horizonte aqui, pro seu horizonte ai...flores e sonhos...

REINVENTANDO disse...

Olá Mara!! Passando para conhecer seu blog e que ótimo texto para reflexão..realmente podemos dar o melhor de nós no dia a dia e melhorando a cada dia que passa. Parabéns pelo blog, já estou te seguindo. Bjs. Sandra

Mary disse...

Oi Mara!
Gostei do seu blog e do seu belo texto

É´bem menos desgastante se não levarmos tudo, ou nada para o lado pessoal.
Cada vez mais eu acredito nisso.

Bjos

Postar um comentário