quinta-feira, 25 de junho de 2009

inConstância


Mãos que procuram a pele
Peles que procuram bocas!

Tocam de leve a Lua

Dançam

Bailam

Encarnadas ou Recatadas.

Beijo molhado e quente
Ou de Leve, aparente.

Corpos que se procuram
Ou que fogem
Dissimulam.

Agonizam
prazeres
Contidos!

Carbonizam
Massacram
Sentires!

3 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Layara,

Beijo bem dado, num poema apaixonado... adorei!

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

O Profeta disse...

Nasceu!
Nascem a todo o instante
Os sentires vindos da alma
Tatuados a cada semblante

Um beijo na tua procura
Um abraço fica suspenso
Um sorriso desponta da tristeza
Um olhar prende o momento


Bom fim de semana



Doce beijo

Daniel Hiver disse...

Aqui um "atrevido" cheio de mãos e beijos...
Um desses tantos que voa e pousa os olhos em poemas cheios de desejos...
Daniel Hiver

Postar um comentário