quinta-feira, 28 de outubro de 2010

um pouco




...não tínhamos muito, não tínhamos trilha sonora, não tínhamos um olhar de sonhos, sequer paixão, ilusões?
Não! Houve em nós um outro tempo, cativo em nossa infinita solidão.

...infinita também era a vontade que tínhamos de começar a sonhar, nos iludir, nos olhar, já tínhamos muito, faltava uma trilha sonora.

...ela foi feita de sons que não precisávamos verbalizar apenas sentir, o sopro quente da boca na pele ainda fria.

...esse Tempo de contemplação que os olhos suavemente engoliam, já não era solidão, e sim uma Presença constante, era o eixo que comportava tantas incógnitas.

...tínhamos agora uma equação, uma canção, um sonho, uma paixão,


Uma Ilusão!

16 comentários:

Guará Matos disse...

Então... Vá e viva!
Bj.

Everson Russo disse...

Se não tinhamos e agora temos, é a hora de viver,,,sonhar e amar,,,curtir,,,cantar,,,correr pela linha do horizonte gritando a paz...beijos querida e um lindo final de semana do meu horizonte ao seu horizonte,,,por aqui,,,sol,,,muito sol.

wcastanheira disse...

Muito lindo o texto, com a sua marca impressa, paixão, envolvimento, ternura no relacionamento, por isso é tão bom passear por aqui, vc abri a cada leitor novas opções de pensar, pra vc minha linda bjos, bjos e bjossssssssssssssss

Sam disse...

Um lugar comum e cúmplice sempre surge entre os extremos, entre um e outro.

Pra se juntar um amor.

Lindo poema e belamente simples, intendo.

Abraços, flores e estrelas

T@CITO/XANADU disse...

Quero calcular essa equação
ao longo da estrada
(nas planícies e acidentes)
com os instrumentos do meu cálculo.

É um trabalho
que não dispensa
ciência e operário
e mais ainda:
todas outras peças do meu canto
com estruturas de traços e algarismos.

Beijos
Tácito

Aleatoriamente disse...

Gostei d+.
A poesia aqui veste, despe e encanta.

Beijo menina e obrigada.
Fernanda.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

O Tempo do Amor e a sua fruição, ainda que mera ilusão. O que mais desejar? Lindo! Parabéns, menina Lilás!


"Sonhe com aquilo que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que quer.


Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.


As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
que aparecem em seus caminhos.


A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passaram por suas vidas."


Clarice Lispector

Beijos deste horizonte chuvoso e gris paulistano

Everson Russo disse...

Hoje o Belo Horizonte amanheceu cinza, montanhas entre nuvens e sem sol,,,acredito numa inspiradora chuva,,,beijos minha linda e um otimo sabado pra ti.

Paula Barros disse...

"Houve em nós um outro tempo, cativo em nossa infinita solidão"

Quando as solidões se encontram e se escutam, há um som envolvente. E seu poema me trouxe este sentimento.

beijo

Sél disse...

Seus textos são prá sonhar ^^
E as imagens completam o quadro, todas de muito bom gosto, Mara.
Bom fim de semana querida.
Beijos.

Paredes disse...

...Na fuga das lembranças,nada possuimos do que existe...
Saudade é memória em cada aurora\|\|~

ONG ALERTA disse...

Uma realidade viva, beijo Lisette.

Everson Russo disse...

Um lindo domingo pra ti minha querida, otimo feriado e otima semana tambem...beijos e beijos.

p.s.menina,,pela madrugad o céu desabou linda e poeticamente...rs..rs...beijos.

REGGINA MOON disse...

Mara,

Vim aqui te visitar...quem lindo esse verso!!
Me identifiquei muito com ele...parabéns pela postagem!!

Um grande beijo e boa semana!!

Reggina Moon

‎"Yo no creo en brujas...pero que las hay...las hay!!!" [Miguel de Cervantes]

Everson Russo disse...

Menina,,,o Belo Horizonte amanheceu molhado,,,cinza,,,cheiro de mundo lavado,,,totalmente inspirador...beijos de boa semana e lindo feriado pra ti...

Solange disse...

Marinha....

que fantástico...

e como a gente se agarra nessa ilusão de vez em quando, não é ?!?!?! e como dói....

lindo texto.

beijo carinhoso

Postar um comentário