terça-feira, 5 de outubro de 2010

Você e Eu




Sob a mesma chuva que nos acorda
O mesmo Sol que nos aquece
A mesma Lua que ilumina a Noite

Sob o mesmo céu

Contando Estrelas
Cantamos no ritmo do Silêncio

Sutilmente nos
Preenchemos dos vazios
Que nos cercam

Você e Eu.

6 comentários:

Everson Russo disse...

Simplesmente lindo de viver,,,lindo de sonhar,,,de sentir,,,ficar contando estrelas,,,olhando a lua,,,se entregando a chuva,,,com a pessoa amada,,,tem coisa melhor não....beijos minha llinda e um dia de paz pra ti....

MM - Lisboa disse...

Às vezes os vazios estão tão vazios...

wcastanheira disse...

sutilmente nos preenchemos do vazio q nos cerca...uma beleza de texto, um poema instigante, provocativo, q marca a delicia da sua poesia, por isso vc mnertece bjos, bjos e bjossssssssssssss

Everson Russo disse...

Minha linda amiga,,,adoro voce no primeiro comentario...rs..rs...obrigado por esse seu carinho no primeiro minuto da manhã,,,no primeiro som do verso,,,do meu horizonte ao seu horizonte eu mando beijos de bom dia.

Luciana Klopper disse...

dá uma saudade!

Lidi Dias disse...

Bom Dia !!!!
Vir no seu blog é pular no abismo de um orgasmo em total sintonia (desculpa pela maneira da escrita, mas é pura verdade!)
Escreve com a ternura de um beijo,
Escreve com a alma apaixonada!!!
Lindo texto!!
Parabéns pelo blog minha amiga!
Beijinhos na alma

Postar um comentário