domingo, 9 de agosto de 2009

Aroma onírico


Imagens e aromas, sensações subjetivas
Emoções substantivas
De olhos fechados, deixo que minha alma medite
Edito imagens de lembranças, que nunca vivi
Apenas imaginei.

Minha alma voante
Leva-me ao paraíso
Onde quero estar
Além das brumas do imaginar
Somente para sonhar

O aroma das Tulipas.

Flores coloridas roçam
Minha pele feita de vento
Meus dedos recebem o toque
De seda de cada pétala
Percorro esse campo
Jardim imagético
Éden onírico.

Impregnada de perfumes e
caricias de tantas cores
Meu corpo de vento translúcido
Desliza entre as flores
Encostam em minha pele
Folhas rijas lisas eretas.

Hastes, folhas, flores, cores
Belas, únicas, raras
Sensação de ternura que
Fazem-me sentir o aroma
Imaginado e sentido.

Aroma de amor, cheiro de
Terra úmida, cheiro de bulbo
Extraído da terra quente.






4 comentários:

Carmem disse...

Layara!...
Tudo para mim
É um pensamento,
Um regalo da mente,
Um sonho de quem é gente,
Quem não tem os pés no chão
E voa dentro de uma bola de sabão!

Beijo!

lia disse...

Fiquei ansiosamente à espera da resposta ao desafio da Daniel: "Qual é o perfume das tulipas?" - são a minha flor de eleição (Tulipas amarelas).
A ti lembram-te terra húmida quente... a mim lembram orvalho fresco de uma breve manhã de Primavera tardia.
São uma flor de rosto inocente, mas que no seu interior guardam os tons quentes de um cálice atrevido.

T@CITO/XANADU disse...

Tenha vc tb uma ótima semana!
Beijos
Tacito

εïз εïз Doce Essencia εïз εïз disse...

Layara

Obrigada pelas felicitaçoes ^.~
Fora um aniversario maravilhoso.
Aproveito tb,para dizer que tem selo/meme e te indiquei.
Espero que goste.

Doces Beijos

Doce Essencia

Postar um comentário