quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Sombra


Noites de chuvas deixam-me acordada, meus sentimentos de chuva têm uma gota de você. E choveu a Noite toda, e você em mim toda a Noite. Já não é a ausência do amor que me acorda, nem saudades, é esse insistente pingo de chuva que escorre em minha pele.

As flores do meu jardim sorveram cada gota da madrugada molhada, alimento, sustento da vida da raiz da flor. Fiquei acolhida, encolhida, abraçada as minhas pernas, posição que me esquenta eu comigo mesma. Pensamento na chuva, no jardim, nas gotas, chuvas me levam de um lado a outro da rua, onde o amor mora, uma Sombra uma metáfora.

Meus sentimentos são travessos, e com a chuva da madrugada sonhos atravessam minha alma acordada, deslizam suaves e quentes imagens de olhos abertos na penumbra. Uma Sombra me envolve e remexe meus sonhos travessos.

Sombra de hálito morno torna meus seios intumescidos entre seus lábios e meus desejos. Toma forma de dedos suaves desenhando meu corpo molhado com sentimentos de chuva, massageando cada ponto desenhado de prazer. A chuva molha a Noite e a Sombra abraça meu corpo com seus dedos e lábios molhados de meus pontos desejados.

 Amanheço, ainda Chove, e a Sombra? Era apenas sombra.

16 comentários:

meus instantes e momentos disse...

gosto de voltar aqui.
Maurizio

Everson Russo disse...

Normalmente as madrugadas já nos deixam acordados procurando diversao na poesia, se tem chuva então a poesia passa pra janela, e de lá fico observando a chuva, me vendo caindo junto dela desse alto infinito que ´vem os nossos mais loucos sonhos, e que todas essas gotas caiam e nos aliviem, nos tragam a paz, tanto quanto sua poesia nos faz...beijos querida, tenha um dia lindo.

paula barros disse...

Oi, menina linda, com alma tão grande, com uma escrita tão bonita. Ontem estava mergulhando nas emoções antigas (lendo os post antigos), um banho de lilás me inundou. Estou adorando essa cor. É uma energia muito boa.

Você tem um escrita leve e forte ao mesmo tempo. Fala de sentimentos mas sempre com um tom poético, uma criatividade inserida, um diferencial.

Parece que te conheço de antes.

Faz mais parceria com Everson, gosto de vê-lo brilhando, e se ele brilha com cores acho mais lindo ainda.

Sombra...teria muito a falar sobre sombras e Sombra. Um capítulo da minha vida.

um lindo dia!!!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Eu como sou insone compreendo muito bem o seu poema, querida. Sou meio lacônica nos meus comentários, desculpe-me, é o meu jeito.
Beijos e tenha um bom dia,

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Mossa! Lindo blog! Amei!
Passarei a segui-lo...

Bjs!!!

Danni


=)

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDA AMIGA, BELÍSSIMO POEMA DE UMA COR MARAVILHOSA... ADOREI AMIGA, BEIJOS DE CARINHO,
FERNANDINHA

Érica disse...

Lábios molhados nos pontos desejados é um problema viu? rsrsrs.
Fantástico texto, como sempre.
Beijo grande querida!

Batom e poesias disse...

Linda essa casa lilás, que é cor que gosto muito.
Vim agradecer a visita e conhecer teu cantinho.
Adorei!
Bjs
Rossana

Everson Russo disse...

Mais uma madrugada chegou, estrelas penduradas no céu, a lua num silencio profundo, um ensurdecedor silencio do amor, enquanto isso, poesias sobrevoam os sonhos aviando de uma possivel tempestade...beijos querida, uma linda noite, e uma otima quinta feira...

EDUARDO POISL disse...

Hoje estou passando para ler as novidades.
Abraços

Everson Russo disse...

Pois é meu lindo anjo de alma poetica, mais uma madrugada nos deixou, o dia vem claro e com muita luz e ainda nao sabemos pra onde esse caminho nos conduz, mas, mesmo sem saber vamos seguindo...beijos no coração e um lindo dia pra voce...

Cadinho RoCo disse...

O despertar dos olhos reconhece na luz a prsença da sombra em algum lugar.
Cadinho RoCo

paula barros disse...

Que essa madrugada seja sem sombra. Com muita inspiração, poemas bonitos, tudo agradável, você merece.

bjs

A.S. disse...

Layara

cada gota de chuva
escorrendo no corpo,
são suaves caricias,
vestigios de um dançar divino
que nem os anjos sabem igualar...

A tua pele cheira a madrugada
mas as gotas permanecem
lascivas de orvalho
no supremo gozo de ouvirem
os últimos suspiros...


Doces beijos...

Milésimo disse...

O melhor poema que li no teu blog.
Muito intenso... repleto de beleza.

Bjs

seu gordo disse...

eita paixao doi mais e bom rsrsrs beijo do gordo

Postar um comentário