domingo, 30 de agosto de 2009

Oferta de Amor


O amor que se oferta
Tem a forma de Amor
Não têm formas perfeitas
Têm formas de poesias
De palavras jogadas ao vento
Têm cores de horizontes lilases
Sonhos coloridos desse momento
Têm sabores de verão
E aconchego de inverno
O amor que se dá
Tem de ser sincero
Jamais omitido
Pode ser arriscado
Amar tanto assim
Talvez um pecado
Amor Profano
Amor ofertado
Têm saldos e
Créditos
Amor de oferta
Acessível
É Simples
Sem razões
Nem complicações
Sem explicações
Nem justificativas
Amor que se dá
Deve ser vivido
Hoje -sem ontem
Hoje - sem amanhã.

[Lindo Poeta das Planícies, me faz sempre pensar, em suas letras cheias de sentimentos, escrevi esse post depois que Li os versos – POETICAMENTE – lá do horizonte de XANADU/POESIAS –  28/08/09]

14 comentários:

εïз εïз Doce Essencia εïз εïз disse...

Amanda
realmente belissimo poema.
e que doce inspiraçao te toma as maos e te faz dedilhar tantas emoçoes em forma de letras...
E um encanto.
Uma doce semana a ti.

Doces Beijos

Doce Essencia

P.S.tem selo pra vc no Jardim ^.~

lia disse...

"Tem saldos e
Créditos"

É isso mesmo, amor se dá, ainda que se receba, não se troca e deixa sempre dividendos....

amei o poema

A Magia da Noite disse...

dar o amor é oferecer aquilo que mais valor tem na alma de um ser, por isso será sempre um prazer receber tal dádiva, partilhá-la será atingir a eternidade do momento.

Everson Russo disse...

Deve ser uma delicia um amor ofertado assim, ainda não tive, mas bom seria pegar lentamente esse coração das mãos, guarda lo num santuario de paz, cheio de anjos ao redor, deitar num jardim de sonhos, todo colorido, peito carregado de suspiros, desejos no olhar, e no final, ficar olhando um horizonte todo lilas...beijos na alma, emocionei com seu post...linda semana pra ti.......

T@CITO/XANADU disse...

É fácil...e é difícil...
é complicado...e simples
é o ser... é o não ser...
ser poeta
é ser mais do que humano...
é ter a vida eterna
(nos versos não morrer
é ser só...diferente...
é ser só...um poeta...!

O poeta das planícies.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Que lindo, Layara! Também acho que amor verdadeiro é o que se entrega e não pede nada em troca. Sabe hoje estou alegre e triste, mescla de ambos os sentimentos. E porfalar em tristeza e alegria ao mesmo tempo, estou aqui para lhe comunicar que o EU E DAÍ? está dando uma festa para o Blog do Everson que completa 1 ano. Tem poema, fotos minhas, casa onde é a festa, bolo, rosas, tudo. De graça, é só ir, não paga nada.
Beijos,
Renata
PS: Falei tristeza e alegria, porque o poema se chama A MENINA TRISTE.

Daniel Hiver disse...

Também não sou homem de formas perfeitas. Mas entendo perfeitamente todas as formas de AMAR.

Everson Russo disse...

Menina, to sentindo uma certa distancia desse horizonte lilás, ta tudo bem contigo? espero que sim, beijos na alma e paz no coração...

Encanto do Amar disse...

Um encanto de oferta
O amar entre ofertas
oferta-se um desejo
um beijo, de brinde
Estrelas a brilhar
No teu eterno Amar.

Beijo de Encanto!

Olavo disse...

O amor que se da tem que ser sincero...
perfeito
Bjs

Bia Maia disse...

É isto...

O AMOR deve ser incondicional sempre!

MARAVILHOSO!!!!!!!!!!!!!

Meus parabéns!

beijos com meu amor,

Bia

T@CITO/XANADU disse...

Espere-o,
Que se ele não veio,
virá
E se ele se foi,
Voltará...

Tenha um ótimo dia!

Everson Russo disse...

Um beijo lilás pra te desejar uma otima tarde menina linda...

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Layara mais que linda,

Quando concretizamos nossos sentimentos em palavras, tudo sai palpavelmente sentido. Acho maravilhosa a forma que você afirma o que sente em versos. Nada fica simplista, tudo fica pomposamente iluminado. É tão bom quando admiramos alguém e podemos demonstrar todo essa emoção, né?

Parabéns, menina linda!

Beijo bem grandão.

Rebeca

-

Postar um comentário